Tragédia

21 05 2018

A morte não é a maior tragédia do ser humano, é pior quando algo vital dentro da pessoa morre enquanto ela ainda está viva.

Essa morte é certamente a coisa mais temível e trágica.

tristezza-02

Daisaku Ike

Anúncios




Encontro 2

14 04 2018

O encontro de duas pessoas só se torna um encontro de almas se ambas estiverem abertas uma para a outra.

abraço 3

Miguel Esteves Cardoso





Preciosa

8 04 2018

A vida é demasiado preciosa para ser esbanjada num mundo desencantado.

caisMia Couto





Conselhos

19 03 2018

 

_20180314_172351

[Conselhos para os meus três filhos]

“Um, lembre-se de olhar para as estrelas e não para baixo, para seus pés.

Dois, nunca desista do trabalho. Trabalho dá significado e propósito, e a vida está vazia sem ele.

Três, se você tiver a sorte suficiente para encontrar o amor, não o deixe ir embora”.

. Stephen Hawking .





Alma

13 03 2018

Às vezes parece que só se vem ao mundo para enterrar os mortos. Para fazer o caminho que todos fazemos pelos outros e que, inevitavelmente, outros farão por nós. Perguntamos, para o vazio, porquê e o vazio responde-nos de volta, com nada. Perguntamos porque não entendemos que raio de viagem é esta. (…) 

Desejamos a vida mas odiamos a morte, como se separassem, como se não fizessem parte. Fazem. Mas continuamos sem entender. Lamentamos o tempo, o timing, a altura. Porque nunca é tempo, nunca é o timing, nunca é a altura. E marchamos cansados. Cansados de não entender, numa fila perfeita que não sabe para onde vai. Hoje arrastei a alma. Chorei esta e as outras perdas também. A minha tão fresca. Senti-me cansada. Cansada de não entender nada, nem como, nem porquê. Parece que a vida cansa e parece que a morte descansa, na pessoa que está ali serena, deixando-nos com o paradoxo. Estão os vivos tão cansados e os mortos, parece que descansam, porque talvez eles já tenham entendido. Talvez já saibam o que ainda não sabemos e por isso é que já podem descansar.

solidao 1

Marine Antunes





Consumir

7 03 2018

Os amores são para ser vividos, sonhá-los não basta. São para se consumir, até que morram, talvez, mas sem medos, com ganas, com desejo, com vontade, como se não houvesse amanhã, porque, em abono da verdade, ninguém pode saber se amanhã ainda cá estaremos, eu, tu, qualquer uma das pessoas que amamos.

amormagiagifs76

Margarida Rebelo Pinto  em  O Dia em que te esqueci





Memória 4

1 03 2018

A memória guardará o que valer a pena. A memória sabe de mim mais do que eu; e ela não perde o que merece ser salvo.

Côr

Eduardo Galeano.