Adiante

26 02 2015

Adiante, viajante,

observa, repara nos destroços que te cercam. Sentes nas tuas asas a ventania que inexoravelmente te empurra para o futuro? Recordas quantas alegrias breves, quantas profundas tristezas, quantas melancolias, quantas palavras ocas e quantos eloquentes silêncios atravessaram a tua vida? E quantas feridas, quantas mortes? Quantos destroços permanecem!

Vês?

Abre as tuas asas e avança, viajante! Tu já não podes voltar. Tu não podes evitar a grande tempestade que sopra do paraíso. Eu, tu, nós não podemos recuar, nem suturar as feridas, nem despertar os mortos.

Adiante, viajante! Progride, recorda e sonha, mas não te iludas, a História é assim.

Esta história também.

broken_glass





Ser 1

18 02 2015

Eu sou todos os livros que li, todas as pessoas que conheci, todos os lugares que visitei.

katarina-stefanovic-sonho-na-servia

Jorge Luís Borges





Humildade

12 02 2015

O ato de ouvir exige humildade de quem ouve.

E a humildade está nisso: saber, não com a cabeça mas com o coração, que é possível que o outro veja mundos que nós não vemos.

afinidade

Rubem Alves      em     Ostra feliz não faz pérola





Lâmpada

6 02 2015

É preciso proteger as lâmpadas com cuidado: um sopro as pode apagar…

chama 2

Antoine Saint-Exupéry    em    ‘O Pequeno Príncipe’