Arte

27 11 2010

Temos a arte para não morrer da verdade.

Friedrich Nietzsche





Atracção

20 11 2010

Tudo o que entra na sua vida é atraído por si. É atraído por si em virtude das imagens que guarda na sua mente. É aquilo em que está a pensar. Seja o que for que está a ocupar a sua mente, é isso mesmo que está a atrair a si.

Rhonda Byrne





Amor e Morte

16 11 2010

Amor é primo da morte,

e  da morte vencedor,

por mais que o matem (e matam)

a cada instante de amor.

 

Carlos  Drummond  de  Andrade





Palavras 1

11 11 2010

Se não dissermos as palavras todas, mesmo absurdamente, nunca diremos as necessárias.

José  Saramago





Imagem

6 11 2010

Há uns tempos li que nós não somos ilhas. O que significa que em momento algum estamos separados uns dos outros. Quando olhamos para os corpos pensamos que sim, mas, na verdade, todos aqueles que passam pela nossa experiência – nem que seja apenas em pensamento – têm associado um papel que NÓS LHE DEMOS.(…)

Eu consigo identificar os papéis que ofereço às pessoas. Papéis que quero que sejam desempenhados para mim, e que os outros aceitam responder ao meu propósito.

Então as pessoas representam para nós?

Não!

Nós é que vemos uma representação que apenas existe na nossa mente. Nós interpretamos o que os outros fazem ou dizem à luz da nossa própria experiência pessoal. Nunca vemos o outro como ele é.

Vemo-nos a nós mesmos através do outro. Mas vemo-nos a nós, enquanto auto-imagem que criámos para nós. Dentro de nós, bem enraizado, cultivamos uma auto-imagem limitada, pequena e carente, à qual uns chamam de ego, outros personalidade. É essa auto-imagem que continuamos a colar nos outros, de forma a mantermos a nossa personalidade firmemente activa na nossa experiência.

São processos inconscientes, que apenas quando trazidos à consciência podem ser dissolvidos, e, dessa forma, podemos deitar fora papéis que andamos a representar com os outros.

Quem nós somos não precisa de papéis. E quando sentimos AMOR por nós e pelos outros, encontramos a essência de quem somos, e os comportamentos não influenciam esse Amor.

Amar para além dos pensamentos que temos sobre nós e sobre os outros é amar incondicionalmente. Amar sem história. Amar porque sim.

Ângela  Alves





Apesar de…

3 11 2010

Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora da minha própria vida.

 Clarice Lispector in ” Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres”