Chama

29 12 2009

Estou só no meu quarto. A escuridão negra e cerrada faz-me companhia.

Nada sei de ti. Melhor, vou sabendo… aos soluços. São salpicos de chuva que me vêm bater à porta.

Refugio-me na minha solidão e penso em ti… em nós. No que poderia ter sido e não fora. No que é porque deixou de ser.

Amo-te… sabes disso. Louca e profundamente… como tu me amas a mim. Grito em meio do meu silêncio e a voz prende-se-me na garganta. Grito mudo de querer-te. De desejar-te. De tanto te amar e não te ter…

Lágrimas rolam lentamente pelo meu rosto. Devagarosamente caindo na ansiedade que sinto. Onde estás, que não te vejo ? Onde estás, que não te oiço ? Ooonnnde, que não te tenho ? És a minha esperança e a minha dor…

Vagueias-me por dentro de mim… sinto-te em mim qual fantasma diáfano. Tocas-me e eu deliro. Beijas-me como só tu o fazes e a minha boca entrega-se, abandona-se à tua. Percorres-me de mansidão em mansidão… demorosamente aflorando a minha pele. Quero agarrar-te… e não posso. Dolorosamente, tomo consciência que não estás aqui, ao meu lado. Amo-te tanto… A chama da vela sobre a cómoda animou-se, como se possuída por algo. E então compreendo… Estiveste aqui…sempre. És tu naquela chama…

Lígia Moreira





Quase

26 12 2009

Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez, é a desilusão de um quase. É o quase que me incomoda, que me entristece, trazendo tudo o que poderia ter sido, e não foi. Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou. Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas ideias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no Outono. Pergunto-me às vezes o que nos leva a escolher uma vida morna. Ou melhor, não me pergunto, contesto.

Autor desconhecido





Bom Natal !

22 12 2009





Solidão 2

19 12 2009

Amor são duas solidões protegendo-se uma à outra.

Rainer Maria Rilke





Inesquecível

14 12 2009

Tudo o que é bom dura o tempo necessário para ser inesquecível.

Autor desconhecido





Travessia

8 12 2009

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares.  É o tempo da travessia : e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.

Fernando Pessoa





Teacher

5 12 2009

You cannot teach a man anything ; you can only help him find it within himself.

Galileo Galilei