Raiva

22 09 2018

Estou com raiva. Devemos ter raiva. Ao longo da história, muitas mudanças positivas só aconteceram por causa da raiva.

Além da raiva, também tenho esperança, porque acredito profundamente na capacidade de os seres humanos evoluírem.

tempestade20ao20anoitecer

 Chi­ma­man­da Ngo­zi Adi­chie   em   Sejamos Todos Feministas

Anúncios




Amizade 8

16 09 2018

Acredito que a amizade, como o amor do qual participa, exige quase tanta arte como uma figura de dança bem conseguida. É preciso um grande entusiasmo e uma grande contenção, muitas trocas de palavras e muitos silêncios. E, sobretudo, muito respeito. O sentimento da liberdade do outro, da dignidade do outro, a aceitação, sem ilusões, mas também sem a menor hostilidade ou o mínimo desprezo, de um ser tal como ele é.

Marguerite Yourcenar   em   De olhos abertos





Grito

10 09 2018

Grito é a soma de vários silêncios.

palhaço triste

H. Kiesse





Perigos

4 09 2018

Nunca temamos os ladrões nem os assassinos. Estes são perigos externos, pequenos perigos. Temamo-nos a nós mesmos. Os preconceitos, esses são os ladrões; os vícios, esses são os assassinos.

Os grandes perigos estão dentro de nós. Que importa o que ameaça a nossa vida ou as nossas carteiras?! Preocupemo-nos apenas com o que ameaça a nossa alma.

. Victor Hugo    em    Os Miseráveis .





Maturidade

21 08 2018

A maturidade permite olhar com menos ilusões, aceitar com menos conhecimento, entender com mais tranquilidade e querer com mais doçura.

historia

Lya Luft





Sofrimento

15 08 2018

Nós vivemos na superfície, no nível horizontal, e no entanto, — e por isso — nós sonhamos. Animais rasteiros, às vezes chegamos tão longe quanto os deuses. Alguns voam por meio da arte, outros da religião; a maioria do amor.

Mas quando voamos, podemos cair. Existem poucos pousos suaves. Podemos ver-nos batendo no chão com violência, arrastados na direcção de uma estrada de ferro estrangeira.

Toda a história de amor é uma história de sofrimento em potencial. Se não a princípio, então depois. Se não para um, então para o outro. Às vezes para ambos.

pesadelo

   Julian Barnes    em   Altos voos e quedas livres





Saber

8 08 2018

Verdadeiramente nunca se sabe nada de ninguém.

nevoeiro

Fernando  Namora